12 de maio de 2017

Empatia: Você já tentou?

"Antes de iniciar este texto quero te fazer duas perguntas:
Quantas vezes você já se pegou julgando o outro? E quantas vezes você já colocou no lugar do outro?
Outro dia li uma notícia sobre uma família que deixou os cabelos crescerem durante dois anos após perderem um amigo próximo para o câncer, e a iniciativa fez com que após esse tempo esperando os cabelos crescerem, doaram os fios para a ONG Children with Hair Loss, que confecciona perucas para crianças com câncer.

Quando li a notícia fiquei me perguntando qual o nosso papel na sociedade e se empatizamos com as pessoas na mesma proporção que as julgamos. Me fiz essas mesmas perguntas que escrevi ali em cima para vocês e, fiquei tão preocupada e triste com a minha constatação. 

Normalmente julgamos as pessoas com tamanha frequência que se torna parte do nosso dia a dia e nem percebemos que, na verdade, estamos completamente cegos frente às situações que diariamente as pessoas vivem e mal sabemos.
Achamos que a grama do vizinho sempre é mais verde que a nossa e, por isso, nos sentimos no direito de julgá-los o tempo todo sem dó nem piedade.

Tenho pensado muito sobre isso e, volta e meia, quando me pego fazendo o primeiro julgamento negativo sobre qualquer pessoa, sem saber ao certo o que está se passando na vida dela repenso. É difícil me colocar no lugar do outro e empatizar com a situação, mas eu te desafio a tentar. Eu te desafio a pensar uma, duas, quantas vezes forem necessárias antes de julgar aquela pessoa que passa por você na rua de cara feia, talvez ela esteja passando por tantos problemas e por isso não conseguiu nem abrir um sorriso de bom dia ou aquela sua amiga que demora um ou dois dias pra responder sua mensagem no whatsapp, talvez a vida corrida da faculdade e do trabalho estejam consumindo tanto o tempo dela que ela ficou até sem tempo de te responder a mensagem.

Vamos procurar compreender as pessoas. Procurar nos colocar no lugar delas antes de sairmos disparando vários julgamentos desnecessários.

Vai ser bom pra elas e maravilhoso para você também!"


Escrito por Helena de Oliveira



Nenhum comentário:

Postar um comentário